6 Técnicas da Navy SEALS, que podem ajudar você aumentar a sua resiliência

Conversando com alguns amigos ontem sobre inteligência emocional e resiliência. Assuntos que trabalhamos no nosso dia-a-dia, com nós mesmo e com nossos clientes.

O papo estava fluindo muito bem,, quando um dos meus colegas comentou sobre um estudo realizado sobre a Navy Seals – força de elite da Marinha norte-americana. Para se tornar um membro neste seleto time, exige um esforço muito grande e uma capacidade enorme de superação de desafios.

Segundo Brandon Webb, participante de umas das formações, comenta algo a despeito do senso comum, e diz que: não são os requisitos físicos os fatores determinantes que fazem alguém suportar esse desafio, mas sim os aspectos psicológicos e mentais!

Muito interessante isso não é mesmo? Não é força, não é o preparo físico e sim quem consegue vencer a sua batalha interior.

Você deve estar pensando, qual a relação disto com sua carreira ou seu negócio? Eu diria que tudo!!  A resiliência é uma qualidade determinante para quem pretende se submeter a um novo desafio, seja para uma transição de carreira ou para montar um novo negócio. É exatamente a mesma para o ingresso em uma formação militar de elite.

Gostaria de trazer algumas dicas, que foram extraídas de livros e memórias de ex-combatentes, que podem sim ser adaptadas à nossa realidade e podem te ajudar a aumentar a sua resiliência e seguir direção aos seus objetivos.

Sempre comento com os meus clientes que iremos precisar superar obstáculos com frequência e nossa capacidade de lidar melhor com as adversidades do dia-a-dia é primordial para chegarmos a os nossos objetivos.

Algumas das 6 dicas foram adaptadas do blog Market Meditations.

Coma o elefante

Como você comeria um elefante? Simples: com uma mordida por vez. Quando nos deparamos com uma tarefa assustadora – montar um negócio, fazer uma transição de carreira ou encontrar uma carreira que realmente tenha paixão, por exemplo – normalmente ficamos com medo e desistimos antes mesmo de tentar chegar lá.

Eu gosto de chamar, de pequenos ganhos, grande vitórias. O segredo para não cair nessa armadilha é a SEGMENTAÇÃO. Não podemos pensar no final da nossa jornada, temos que pensar na caminhada que já fizemos para chegar lá. Foque nas pequenas partes e pense em concluí-las, uma de cada vez.

Aplicação prática: preocupe-se em cumprir um micro-objetivo por vez. De preferência que sejam em um dia.

 

Visualize o sucesso

Atletas de alto nível usam essa técnica recorrentemente. Seja para melhorar o aproveitamento de uma habilidade, seja para tornar (quase) prefeita uma prova. Imagine – no maior nível de detalhe – a sua carreira ideal, onde você estará trabalhando, estará com à família, com os amigos, o dia de sol ou chuva..

Alguns clientes meus colocam algumas fotos de algum objetivo que eles gostariam de alcançar. Cada vez que bater o desânimo, a imagem está lá para relembrar a sua mente.

Não se imagine falhando – em hipótese alguma. Se mesmo assim isso passar pela sua cabeça, pense nas consequências do fracasso. Você não vai querer passar por essa sensação, não é verdade?!

Aplicação prática: imagine o sucesso o tempo todo. Use imagens motivadoras em seu ambiente, projete a sua carreira ideal ou seu negócio e o mentalize sempre que possível.

Controle Emocional

Em períodos de grande estresse, o corpo responde com diversos hormônios que proporcionam estímulos de energia e foco. O problema é que se nós ficamos com altos níveis desses hormônios por longo período, não conseguimos entrar em modo de relaxamento. Isso pode trazer problemas (insônia, mau humor, etc.) em médio/longo prazo.

Algumas técnicas simples podem reestabelecer um estado de maior conforto e relaxamento imediato, essa técnica é chamada de 4 por 4 por 4:

– inspire por 4 segundos.

– expire por segundos;

– repita por 4 minutos.

É uma técnica já é usada a muitos anos pela Ioga.

Aplicação prática: faça a técnica da respiração em momentos de maior tensão. Isso fará você relaxar e raciocinar com mais clareza, ainda que imediatamente.

Não reatividade

Não podemos controlar o que acontece no mundo, mas podemos controlar nossa interpretação sobre as coisas.

Há uma técnica utilizada em Design Thinking chamada reenquadramento. Trata-se de pegar uma crença antiga, descartá-la, e adotar outra. O que antes era interpretado como algo negativo passa a ser visto como positivo, bastando para isso mudar o ponto de vista.

Aplicação prática: observe como você reage a eventos externos, tais como a falta de tempo para estudar, dúvida em determinado assunto, etc. Busque enxergar acontecimentos ruins como desafio para te fazer evoluir. Esse deve ser um exercício diário de reflexão!

Pequenas vitórias

Já imaginou aquele dia terrível, tudo estava dando errado e sua moral está lá para baixo e nada parece estar dando certo?

Pense pequeno! Como assim?

Seja grato por pequenos dons, e escreva três coisas pela qual é grato.

Vou listar as minha três, que sou grato hoje:

– Grato: por ter tomado café junto com a minha esposa;

– Grato: por ter meditado;

– Grato: por ter escrito este artigo.

Está técnica fará você aumentar a sua moral e cria um círculo virtuoso de positividade por fazer um bom trabalho.

 

Encontre sua tribo

“Seres humanos não se incomodam com as dificuldades, na realidade eles até prosperam nesse cenário; o que os incomoda é o fato de não se sentirem úteis. A sociedade moderna aperfeiçoou a arte de fazer as pessoas sentirem-se inúteis. É hora de dar fim a isso – Sebastian Junger”.

Com diria  Jim Rohn:

“Você é a média das cinco pessoas com quem passa mais tempo”.

Nossas escolhas sociais e profissionais tem grande relação com os resultados que almejamos. Elas são fundamentais para a concretização ou não dos nossos objetivos.

Via de regra, cercar-se de pessoas saudáveis, inteligentes, desafiadoras e com o mesmo objetivo em comum provavelmente fará você moldar esses caras – e vice-versa.

Por exemplo: se está pensando em fazer uma transição de carreira, ande com pessoas que já fizeram esse movimento, se que empreender, ande com pessoas que já estão empreendendo.

Aplicação prática: Passe um tempo pensando sobre o que traz sentido para a sua vida. Este é o primeiro passo para encontrar a sua tribo — o grupo de pessoas que compartilham a mesma visão e valores.

 

Borá colocar essas técnicas em prática? Como gosto de falar, conhecimento que não é aplicado não vale nada.

Edzanini Written by: